• +351 239 430 603 | 239 430 757
  • Rua Adriano Lucas Edificio Portas São Miguel, Loja B, R/Ch 3020‐430 COIMBRA
  • 09:00 – 18:00


CALENDÁRIO FISCAL


ATÉ AO DIA 25.08

SS - Envio da Declaração Mensal de Remunerações à SS, por transmissão eletrónica de dados, pelas entidades devedoras de rendimentos do trabalho dependente para comunicação dos rendimentos e respetivas deduções efetuadas relativamente a contribuições obrigatórias para regimes de proteção social, relativas ao mês anterior. Declaração de Remunerações SS

ATÉ AO DIA 31.08

IRS / IRC / IVA - Comunicação, por transmissão eletrónica de dados, dos elementos das faturas emitidas no mês anterior pelas pessoas singulares ou coletivas que tenham sede, estabelecimento, estável ou domicílio fiscal em território português e que aqui pratiquem operações sujeitas a IVA. E-fatura

ATÉ AO DIA 31.08

IVA -Envio da Declaração Periódica, acompanhada dos anexos que se mostrem devidos, pelos sujeitos passivos do regime normal mensal, relativa às operações efetuadas em junho. Declaração Periódica

ATÉ AO DIA 31.08

IFR - Comunicação da IFR ¿ Informação Financeira de Residentes, pelas instituições financeiras à AT das informações relativas às contas financeiras por si mantidas cujo saldo ou valor agregado, no final do ano civil, exceda ¿ 50.000, cujos titulares ou beneficiários sejam residentes em território nacional.

ATÉ AO DIA 31.08

IRC - Pagamento por conta e Pagamento adicional por conta (se aplicável) em IRC

ATÉ AO DIA 31.08

FCT / FGCT - Contribuições para o FCT e o FGCT

ACRESCENTAMOS VALOR À SUA ORGANIZAÇÃO

O que podemos fazer por si

Conheça os nossos serviços

CONTABILIDADE

Atentando sempre às especificidades da atividade da empresa cliente, a PRINCALCULO provê uma análise contabilística com maior ou menor grau de detalhe, sem esquecer o estudo dos resultados por centro de custos e categorias de proveito. Fazendo uso da ferr

Saber mais

FISCALIDADE

As alterações constantes no sistema fiscal português implicam uma necessidade de atualização regular dos profissionais da área da contabilidade - fiscalidade e também dos gestores e empresários. Dado que qualquer ocorrência fiscal poderá ter implicações n

Saber mais

CONSULTADORIA DE GESTÃO

Saber mais

ÚLTIMAS INFO

2020-02-29 19:51:01

EU SOU O GESTOR, O MEU CAMINHO...

1 – Metas e objetivos
Estabelecer metas e objetivos é a principal "estrada" a ser percorrida na Gestão Empresarial. Sem isso, nenhuma empresa é

Saber mais
2019-11-06 23:37:50

O que quer ser no FUTURO.

Todos conhecem nosso PROPÓSITO e entendem o futuro da empresa?

Uma atividade que se deve fazer quando se começa um novo projeto em uma empresa,

Saber mais
2019-11-06 23:33:43

AS Vendas estão a cair, porquê?

– Os nossos PROBLEMAS internos são conhecidos de forma detalhada?


Não basta chegar à conclusão de que “Nossas vendas estão a decair muit

Saber mais

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Rendas: Coeficiente atualização rendas comerciais e habitacionais 2019, é de: 1,0115 -Taxa de Retenção de IRS/IRC: 25%

Transporte de Mercadorias: Verificar regras de transporte. Obrigação de comunicar à AT, antes do início do transporte

Admissão de Pessoal: Obrigatoriedade de comunicar à Seg.Social, 24 horas de antecedência a entrada do funcionário

Caixa Correio Eletrónico: Verifique diariamente a sua caixa de correio eletrónico, pois é aqui que cai toda a correspondência da AT, portagens, etc.

JUROS MORATÓRIOS: Em conformidade com o disposto, respetivamente, nas alíneas a) e b) do artigo 1.º da Portaria n.º 277/2013, publicada no Diário da República, 1.ª série, n.º 163, de 26 de agosto de 2013, dá-se conhecimento que: i) A taxa supletiva de juros moratórios relativamente a créditos de que sejam titulares empresas comerciais, singulares ou coletivas, nos termos do § 3.º do artigo 102.º do Código Comercial, em vigor no 1.º semestre de 2020, é de 7%; ii) A taxa supletiva de juros moratórios relativamente a créditos de que sejam titulares empresas comerciais, singulares ou coletivas, nos termos do § 5.º do artigo 102.º do Código Comercial e do Decreto-Lei n.º 62/2013, de 10 de maio, em vigor no 1.º semestre de 2020, é de 8%.

O SER EMPRESÁRIO DE SUCESSO.: O ser empresário de sucesso. As 3 regras básicas de organização, para que possa ter a informação indispensável e verdadeira da gestão da sua empresa e com ela “CRIAR VALOR”. 1 - Separe as suas finanças pessoais da empresa. O básico do negócio! Mas na verdade, este é um dos erros mais frequentes por parte de alguns empresários na fase inicial de lançamento dos seus negócios. O que é da empresa fica na empresa, é um “ser” independente. Defina o seu salário, de acordo com a rentabilidade do seu negócio e com ele vai gerir a sua vida pessoal. 2 - Organização: reunir todos os documentos para entregar na contabilidade. A organização é muito importante. Se é a primeira vez que está por sua conta, uma boa gestão administrativa é fundamental. Aqui o seu contabilista tem uma palavra a dizer: Se o Contabilista for exigente consigo, quer dizer que este se importa consigo, este quer ver o seu negócio a prosperar, este quer dar-lhe a informação verdadeira do seu negócio. A entrega atempada dos documentos ao contabilista, é fundamental, pois só assim se consegue ter o retorno de informação periodicamente e em tempo razoável. Desta forma, ele será capaz de lhe fornecer resultados da sua empresa, permitindo-lhe fazer um bom planeamento fiscal e consequentemente da sua tesouraria. "A chave para o sucesso, está no seu Contabilista.” - Ele será o seu parceiro estratégico, a pessoa que o vai guiando e acompanhando na evolução do seu negócio. Comunique, reúna, esclareça com o Contabilista, só ele o poderá aconselhar, pois é ele o conhecedor real do seu negócio. 3 - Foque-se na gestão financeira da sua empresa Como empresário e gestor, terá de ter o foco de uma boa gestão financeira da sua empresa, aliado à sua vontade de melhorar diariamente a performance da sua empresa. O sucesso da sua organização, está dependente de si, cabe-lhe a si dar toda a informação real e verdadeira atempadamente, que permita o seu contabilista fornecer-lhe relatórios mensais sobre a evolução e rentabilidade do seu negócio. Para que serve esta peça de gestão? É o alimento que necessita, para que tome boas decisões e crie estratégias. Quando os gastos e os ganhos são registados e monitorizados com precisão, você tem conhecimento necessário sobre a realidade financeira do seu negócio. “Acrescentamos valor à sua organização.”